• Sede Regional 3RE

FAMÍLIA EM EQUILÍBRIO

Há nos dias atuais muitas famílias desajustadas, vivendo em situação desesperadora, procurando solução para viver em paz e ter prazer na família. Família, lar, casa devem expressar local de apoio, acolhimento e de segurança. Assim é quando se tem harmonia no lar.


A Palavra de Deus narra a história de um homem que era rejeitado e malvisto pelo povo. Em função de seu trabalho, cobrar impostos, ele se corrompeu e defraudava as pessoas. Mas ele anisava por ver Jesus. Tratava-se de um homem de baixa estatura e não podia ver Jesus em condições normais, então ele subiu em uma árvore, no caminho pelo qual o Mestre passaria, para que pudesse ao menos vê-lo passar. A história continua dizendo que Jesus parou embaixo da árvore, olhou para Zaqueu e se ofereceu para ir a sua casa. Ao final a salvação veio àquela casa:

“E disse-lhe Jesus: Hoje veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão” – Lucas 19.9

A presença de Jesus no lar de Zaqueu faz com que ele fosse confrontado com os seus pecados e o leva ao arrependimento. Como Zaqueu deveríamos ter prontidão para receber Jesus Cristo em casa (Lucas 19.6).


Quem recebe Jesus Cristo em casa, certamente receberá também os frutos de sua bênção. Há textos que comprovam que na casa em que Ele esteve houve manifestação de sua bênção e de sua graça curadora e restauradora (Mateus 8.14-17; 9.23-25; Lucas 19.1-9).


A exemplo do que ocorreu com Zaqueu, pode-se inferir que, a família que recebe Jesus Cristo em sua casa, há de receber também a salvação.


É muito difícil ter um encontro profundo com Jesus e não ser salvo por Ele, como resposta ao amor que dele emana. Entretanto, como no dia de seu nascimento, em que não houve lugar para José, Maria e o menino Jesus, ainda encontramos pessoas e famílias inteiras que não dão lugar para Ele em seus lares, nem em suas vidas. Perdem a oportunidade de terem uma família ajustada por recusarem a presença de Cristo em suas casas. Não entenderam ainda que a libertação de uma família desajustada, que necessita de equilíbrio, começa quando Jesus é colocado dentro dela.


Jesus liberta as pessoas da família dos seus pecados. Quando Ele entrou na casa de Zaqueu, o impacto de sua presença em seu lar foi grande. Zaqueu decide abandonar o pecado do enriquecimento ilícito (corrupção), que devia ser algo muito natural na profissão de coletor de impostos. Zaqueu era visto como todos os que cobravam impostos, como alguém traidor e desonesto. Jesus em sua casa, no seu lar, na sua família, trouxe uma nova dimensão de vida. Depois daquele dia, os valores éticos e morais de Zaqueu se tornaram conformes aos do Reino de Deus (Lucas 19.8).


Se alguém de sua família, amado irmão e amada irmã, que me lê neste momento, está perdido na vida, cometendo injustiças, embebedando-se e causando vergonha sobre o lar, certamente está envolvido com o pecado. Quando esse alguém se permitir ser encontrado pelo Senhor e aceitar a sua salvação, deixará de estar perdido e rejeitará o pecado, libertando-se da condenação e do domínio do pecado, passará a ter uma vida equilibrada.


A ida de Jesus à casa de Zaqueu provocou muitas críticas (Lucas 19.7). Em função da fama que Zaqueu tinha. Ao ler o texto bíblico percebemos que Jesus não se importou com as críticas, pois sua missão era salvar o perdido e o pecador. Do mesmo modo, quando somos salvos e assumimos a fé cristã, podemos nos tornar alvos de críticas. Para momentos como este, aconselho que memorizem ao texto de Mateus 5.11-12 –

“Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós”.

Fortaleçam-se no divino mestre e sigam o seu exemplo.


Ao observar as ações de Jesus Cristo nas narrativas dos Evangelhos, conclui-se que Ele não fazia acepções de pessoas e nem de famílias, podiam ser pobres ou ricos, negros ou brancos, enfermos ou sadios, todos os homens e todas as mulheres são acolhidos pelo nosso Senhor. No texto de Lucas, em particular a narrativa que antecede à de Zaqueu, há a menção da cura do mendigo cego de Jericó (Lucas 18.35-43) e do jovem rico (Lucas 18.18-23), em seguida vem a história de Zaqueu. Logo, Jesus está disponível a todos e todas que queiram recebê-lo e assim, ter a sua libertação pessoal e familiar.


O Senhor Jesus Cristo poderia ter ministrado sobre a vida de Zaqueu em qualquer outro lugar que não fosse a sua casa, mas preferiu entrar em sua casa para libertar toda a família. O Senhor disse que a salvação havia chegado naquela casa, lembrando que há promessas na Bíblia, em Atos dos Apóstolos, que alcançam nossas famílias:

“O qual te dirá palavras com que te salves, tu e toda a tua casa” – Atos 11.14
“Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa” – Atos 16.31.

Sabendo do desejo do Pai que as famílias sejam alcançadas, fica fácil compreender o por que Jesus, neste caso, preferiu ministrar sobre a vida de Zaqueu em sua casa, ele foi o canal da bênção de Deus para a salvação chegar à toda a sua família, a toda a sua casa.


Sabendo que Jesus pode trazer equilíbrio a uma família desajustada, se ela o receber e permitir-se mudar na conduta pecadora, como Zaqueu fez, então se tornará uma família feliz e abençoada.

A Palavra de Deus orienta para buscar ao Senhor de todo o coração (Jeremias 29.13), Significa que o nosso interesse no Senhor deve ser real e intenso. Que possamos todos e todas nós, a uma só voz dizer:

EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR.

Recomendo que, durante o mês de maio, conhecido como o mês da família, que a Igreja ore para que os seus familiares se coloquem debaixo das potentes mãos de Deus e rejeitem o domínio do pecado sobre suas vidas, assim, além de serem salvos, poderão ser instrumentos de salvação e libertação de outras famílias que se inspirarão no testemunho dado por sua família.


Se houver alguém em sua casa que não recebeu Jesus em sua vida, faça o desafio para que aceite Jesus como seu salvador e Senhor, não perca a oportunidade.

José Carlos Peres

Bispo presidente da Igreja Metodista 3RE


#Metodista3re #IgrejaMetodista #Família

105 visualizações
INSCREVA-SE E FIQUE ATUALIZADO!
  • Facebook iConexão
  • Facebook IM3RE
  • Instagram IM3RE
  • Twitter IM3RE
  • YouTube IM3RE
  • SoundCloud IM3RE
  • LinkedIn IM3RE
  • Maps IM3RE

Faça aqui a sua assinatura e as atualizações do informativo online!

© 2018 por Sede Regional da Igreja Metodista 3ªRE | iConexão.

Whatsapp: +55 (11) 9.8346.0020