• Sede Regional 3RE

O ide já não me impressiona mais

“Fiz-me tudo para com todos, com o fim de, por todos os modos, salvar alguns. Tudo falo por causa do evangelho.” - I Coríntios 9:22-23

Bandeira do Estado do Amazonas

Ao se tratar sobre o tema de Missões, Missão e Evangelização, o “IR” já não me impressiona mais. Ficamos tato tempo falado, pregado, exortado e insistindo no IR... Sim, é claro, ele tem um valor, pois é o início de tudo. MAS NÃO É TUDO! Estou descobrindo isso agora.


IR, qualquer um vai!


Para IR, pode-se ter várias expectativas ou interesses – ou nenhum deles! Pode-se ter planos bem definidos ou não...


Você pode IR por amor ou não... Vajamos o exemplo do profeta Jonas: ele experimentou o IR, após uma tentativa frustrada em fugir (que também possui ao final da palavra o tal IR). O IR de Jonas foi um IR sem amor, forçado, na marra, emburrado, mal-humorado, rancoroso, vingativo e cheio de autocompaixão.


O que tem me desafiado e me impressionado ultimamente é o poder da Encarnação. Jesus é o modelo de encarnação e a vemos também no ministério missionário do apóstolo Paulo. Onde há o poder da Encarnação ali se manifesta a graça e a entrega total. Sim, porque no IR você pode não IR por inteiro, mas só pela metade, ou bem menos que isso. Mas encarnar não há essa possibilidade. Você não consegue “meio-encarnar-se”! A encarnação exige não menos que Tudo.


No dicionário Michaellis, encarnar, no sentido teológico, significa “humanar-se ou tornar-se humano. Em missão ao mundo, Jesus precisou encarnar, tornar-se humano: falar como a gente do seu tempo, fazer parte de uma cultura, costumes, formas, comunicação, pensamento, tempo, clima... Em missão aos gentios, o apóstolo Paulo, judeu, fariseu, precisou encarnar, a fim de que a mensagem fosse compreendida pelos gentios.


Encarnar é um desafio para o/a missionário/a. Encarnar é um desafio para a igreja – é humanar-se sem perder a essência da Mensagem a ele/a confiado.

Encarnar é desafio porque exige entrega total. Exige amor. Exige metanoia (mudança de mente).


Encarnar exige me tornar semelhante!


Aqui em Petrolina, sertão de Pernambuco, onde eu e minha família somos missionários, certa vez uma menina me disse: “Tu fala tudo errado!” (referindo-se ao sotaque paulista e a algumas palavras diferentes). Depois de um tempo, essa mesma menina, diz aos gritos para as amiguinhas: “Olha, a pastora está falando a nossa língua!” Depois, me olhou com compaixão e me disse:” Pastora, tu aprende a nossa língua e nós vamos aprender a sua língua.” Eu ri bem alto e perguntei a ela: “Ah, é? E como eu falo em minha língua?” E ela respondeu: “Carrrrrne” – puxando ao máximo o R. E rimos juntas.


O Amor é o fundamento da Encarnação e ambos são o princípio da Missão de Deus que é a Missão da Igreja.


Não basta IR – é necessário encarnar – humanar-se!


Cláudia Maria da Silva Nascimento

Pastora na Igreja Metodista em Petrolina/PE (REMNE).


#Metodista3re #IgrejaMetodista #Missão

138 visualizações
INSCREVA-SE E FIQUE ATUALIZADO!
  • Facebook iConexão
  • Facebook IM3RE
  • Instagram IM3RE
  • Twitter IM3RE
  • YouTube IM3RE
  • SoundCloud IM3RE
  • LinkedIn IM3RE
  • Maps IM3RE

Faça aqui a sua assinatura e as atualizações do informativo online!

© 2018 por Sede Regional da Igreja Metodista 3ªRE | iConexão.

Whatsapp: +55 (11) 9.8346.0020