• Bispo Geoval

Missão Metodista em Petrolina e Juazeiro - junho/2022


“Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi dado” (Romanos 5.5).

Introdução


Os relatos que se seguem estão fundamentados nas tarefas educacionais da Missão Metodista em Petrolina e Juazeiro para a “formação de quadros” nestes nove anos da implantação do trabalho metodista nestes lugares. Esperamos, assim, compartilhar o que temos realizado e receber orientações para os passos vindouros, com o desejo de formar pessoas para o trabalho de evangelização, ou seja, “salvar almas para o Senhor Jesus”, em uma situação de missão em nosso imenso território brasileiro, marcado por desafios e oportunidades.


As iniciativas educacionais estão intimamente ligadas ao Centro Metodista de Educação do Nordeste (Cemene) Recife, PE, com o objetivo de manter a conexidade da 3ª Região, SP, com a Região Missionária do Nordeste (Remne).


1. Nossa história


A Missão Metodista em Petrolina e Juazeiro teve início definindo sua razão de ser aqui no sertão.


1.1. Visão da Missão


A visão da Missão Metodista em Petrolina e Juazeiro é espontânea e flexível.


A Missão tem a visão de salvar almas para o Senhor Jesus e desenvolver práticas de evangelização e de plantação de igreja, segundo a orientação do Espírito Santo de Deus na perspectiva do discipulado focado na “Salvação, Santificação e Serviço”.


A visão se concretiza por intermédio de ações pastorais de Acolhimento, Consolo e Esperança e se expressa por meio da Adoração, do Louvor, da Palavra e do Serviço, conforme o “Ide” do Senhor Jesus (Mateus 28.19).


Bispo Geoval Jacinto da Silva e Vera Maria Nóbrega da Silva.

Petrolina, PE, julho de 2013.

1.2. Início da missão


O início da Missão Metodista em Petrolina e Juazeiro, aconteceu na primeira semana de julho de 2013, com uma reunião de oração e estudo bíblico. As reuniões aconteciam duas vezes por semana, no apartamento do bispo Geoval e da irmã Vera. Com a graça de Deus, celebraremos, no mês de julho, nove anos de existência.


1.3. Missão no Núcleo de Desenvolvimento Irrigado “Senador Nilo Coelho” – N10


Em outubro do mesmo ano, após uma visita pastoral, iniciamos a missão na zona rural. Em 2016, foi construído o primeiro templo metodista no Sertão Pernambucano, no N10, com 260 mts2.


1.4. Aluguel do primeiro espaço em Petrolina, PE, dezembro de 2013.


1.5. Desafios em 2014 e 2015


Os anos de 2014 e 2015 foram anos de desafios, tempo em que procuramos firmar nossa presença por essas terras do sertão nordestino, banhado pelo histórico Rio São Francisco, onde não faltam “sol e calor”. Frente aos desafios missionários, marcados por tanta carência, aqui estamos para atender a demanda da missão.


1.6. Curso de Formação de Evangelista (CFE)


No segundo semestre de 2015, por orientação do bispo José Carlos Peres e em convênio com o Centro Metodista de Ensino do Nordeste (Cemene – Recife), iniciamos o primeiro Curso de Formação de Evangelista (CFE). A experiência na formação de quadros tem apresentado bons resultados. No próximo mês de agosto iniciaremos a formação da 5a turma. O CFE tem duração de, pelo menos, seis meses com 12 disciplinas e estágio supervisionado.


1.7. Centro Metodista de Educação do Sertão do Pernambuco e da Bahia (Cemes)


Percebendo que as demandas missionárias pastorais requeriam um processo de continuidade na formação pastoral, a Missão Metodista em Petrolina, criou, em dezembro de 2019, na “Assembléia Missionária Local” o “Centro Metodista de Educação do Sertão de Pernambuco e da Bahia” (Cemes), com recomendação da criação do Curso de Formação Teológica Pastoral (CFTP), com a duração de três anos, conforme orientação da Coordenação Nacional de Educação Teológica (Conet), também em parceria com o Cemene, para funcionar em Petrolina, PE.


1.8. Alunos recomendados e matriculados


Criado o Centro Metodista e tendo a sua estrutura pedagógica atendida, a Missão Metodista abriu as matrículas e 12 alunos da Missão Metodista foram recomendados para fazer o CFTP. O curso também foi aberto para outras comunidades evangélicas e, assim, contamos com a presença de alunos da Igreja Metodista Livre – bem presente em Petrolina e região. Em agosto de 2020, iniciamos com um total de 32 alunos, todos com ensino médio; muitos alunos têm nível superior. O curso funciona no sistema de módulos e disciplinas; cada estudante paga um valor simbólico que é aplicado no reconhecimento do corpo docente. O curso venceu as barreiras da pandemia e funcionou com o sistema presencial e on-line.


2. Coordenação


A coordenação do CFTP ficou sob a responsabilidade do bispo Geoval considerando a sua experiência na área da educação teológica; a profa. Vera Maria Nóbrega da Silva – Mestre em Educação –, ficou responsável pela área pedagógica.


  • Quadro de professores: Os professores do CFTP são pastores aqui em Petrolina com formação pastoral e teológica.


O curso manteve fiel parceria com o Cemene e, no final do mês de julho, com a presença do diretor do Cemene, reverendo Ricardo Pereira, entregará os/as novos/as obreiros/as preparados para servir o Reino de Deus.


3. Alunos da Igreja Metodista Livre


Os alunos da Igreja Metodista Livre, por certo, seguirão o seu programa de ingresso no ministério da Igreja.


4. Igreja Metodista do Brasil


Em 2021, os alunos concluíram com aproveitamento o Programa de Orientação Vocacional (POV), em parceira com o Cemene e a Missão Metodista em Petrolina.


4.1. CFTP


Os alunos citados abaixo estão integrados na missão como evangelistas e estão concluindo o Curso de Formação Teológico Pastoral (CFTP).

  • Charlys Santos Nascimento

  • Grasieli de Souza Ribeiro

  • Patrícia Siqueira Campos

  • Renata Gabriela Ferreira Brasileiro

  • Roberto Galindo Cavalcanti

  • Selvina da Costa Mendonça Elói

  • Vera Maria Nóbrega da Silva.

Esses novos obreiros foram preparados, conforme a orientação da Igreja Metodista, e estão devidamente aptos para o exercício do ministério pastoral, onde a Igreja Metodista entender que eles tenham uma boa contribuição para oferecer.


Conclusão


A experiência de formar sua liderança no contexto da Missão Metodista em Petrolina e Juazeiro foi algo providencial, caso contrário, a Missão não teria se fortalecido e nem se expandido. A experiência vivenciada aqui em Petrolina com a formação do seu quadro de obreiros é algo decisivo para a nossa Igreja se expandir e atender os desafios da missão.


Graças a Deus tudo começou quando percebemos que a missão se estendia e precisava de obreiros formados – considerando as características e necessidades do sertão. Começamos formando evangelistas que passaram a atender a Escola Bíblica Dominical; os pontos de missão; e a direção dos cultos – proclamação da Palavra. Assim, considerando o potencial já existente, aproveitamos a porta do CFTP oferecido pela Igreja para a formação de seus quadros.


Em Petrolina, a Missão Metodista está entregando à Igreja Metodista sete novos obreiros que estão dispostos a vivenciar a itinerância e a prática wesleyana que todos os seus obreiros devem conhecer bem: estar disposto a “mudar, pregar e morrer” para a glória de Deus.


A Deus toda honra e toda glória.

À Igreja Metodista, a nossa gratidão. Amém!


Petrolina, junho de 2022.

Bispo Geoval Jacinto da Silva


#Metodista3re #IgrejaMetodista #Missão #MissãoPetrolina #MetodistaPetrolina

113 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo